atendimento559141-7550

Notícias

Quinta-Feira, 11/06/2015

III Encontro de Irrigantes destaca importância do acompanhamento de pivôs de irrigação

III Encontro de Irrigantes destaca importância do acompanhamento de pivôs de irrigação

Promovido pelo Clube da Irrigação, o III Encontro de Irrigantes por Aspersão do Rio Grande do Sul destacou os desafios para as próximas safras de milho e soja. O professor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Telmo Amado, apresentou resultados do trabalho de pesquisa e acompanhamento feito pela universidade, uma das parceiras do Clube da Irrigação.

 – O número de pivôs que estamos acompanhando vai servir como uma vitrine tecnológica. O clube trabalha, geralmente, em 50% da área de pivô. Em uma das metades, o produtor usa seu manejo tradicional e na outra usamos as soluções propostas pelo clube  – explica Telmo.

O professor destacou ainda que os investimentos feitos na aplicação das soluções de manejo propostas pelo clube são compensados pela alta lucratividade gerada pelo aumento da produção. Em uma das propriedades acompanhadas pela entidade, houve incremento de produtividade de 24,7%, o melhor resultado obtido até hoje no clube, segundo Telmo.

O objetivo da entidade é alcançar a meta de 300 sacas de milho por hectare e 120 sacas de soja por hectare nas propriedades onde é feita a aplicação de tecnologias e soluções para aumento da produtividade.  As plantações de soja  tiveram, em média, incremento de produtividade de 12,7% na safra 2013/2014, enquanto as áreas de milho tiveram incremento de produtividade de, em média, 10,3% no mesmo período. Na safra 2014/2015, a cultura de milho chegou a uma taxa de 13,4% no incremento de produtividade, enquanto a de soja foi de 2,3% no mesmo período.

– O milho responde bem aos insumos, e a soja já é uma cultura um pouco diferente. Com o manejo de irrigação mais novas tecnologias, aumentamos a frequência de áreas altamente produtivas. É esse o caminho que queremos trilhar – afirma Telmo.

Aberto ao público, o segundo dia de evento contou com a presença de 120 pessoas, entre produtores, associados, empresas parceiras e profissionais do setor.

Sobre o Clube da Irrigação - Criado em 2010 por iniciativa da Comissão de Irrigantes da FARSUL - Federação de Agricultura do Rio Grande do Sul, da Dekalb, divisão de sementes de milho do grupo Monsanto, UFSM, Universidade Federal de Santa Maria, Stara e Fockink o Clube da Irrigação tem por objetivo oferecer aos produtores rurais irrigantes um conjunto de ferramentas que possibilitem aumentar a eficiência no campo com sustentabilidade, visando ao aumento da produtividade. Hoje além das fundadoras, o clube conta com as empresas Bayer, Intacta, Mosaic e Roundup Plus.

Confira a programação completa:

8h30min às 9h30min – Credenciamento

9h30min às 9h45min – Abertura – Gisele Loeblein ZH

9h45min às 10h45min – Painel I – Apresentação do Clube da Irrigação – Professor Telmo Amado (UFSM)

10h45min às 12h – Painel II – Novas tecnologias e ferramentas para a determinação das necessidades hídricas das culturas – Drª em Ciência de Solo Mirta Teresinha Petry

12h às 13h30min – Almoço (no local)

13h30min às 14h10min – Painel III – Planta e Solo – Luiz Salgado (Mosaic Fertilizantes)

14h10min às 14h50min – Painel IV – Manejo de Sistema para Altas Produtividades de Milho e Soja – Renato Trentin (Monsanto)

15h às 15h15min – Coffe-break

15h15min às 15h55min – Painel V – Gestão e Propriedade – Antônio da Luz (Sistema Farsul)

15h55min às 16h35min – Painel VI – Gestão e Propriedade – Jorge Verde (produtor irrigante/MG)

16h35min às 17h15min – Painel VII – Gestão e Propriedade – Fabio Olesiak Fabris (produtor irrigante/RS)

17h15min - Encerramento

Outras Notícias

1 2 3 4 5